A tradicional Festa da Colheita

A potência do agronegócio e a labuta e dedicação do “homem do campo” são motivo de orgulho em todo o Brasil. Em Cruzília, onde será realizada a tradicional Festa da Colheita, não é diferente. O desfile, que há décadas encanta o público, vai acontecer no dia 09 de julho, com saída para os cerca de 300 participantes marcada para as 9h, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, e abertura oficial na Praça Capitão Maciel. A realização é da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Cultura, dos Esportes e Turismo.

A festa é uma homenagem às mulheres e homens que fazem da terra um berço fértil para as sementes que brotam e alimentam a mesa das famílias. Produtores desfilam pelas ruas, levando produtos agrícolas cultivados em Cruzília, a exemplo da soja, milho, café, verduras, frutas, feijão, cana de açúcar, entre outros.

Equipamentos usados na agricultura como carros de boi, tratores e colheitadeiras também impressionam pela beleza e tamanho, misturando tradição e tecnologia.

A principal raça nacional de cavalos, o Mangalarga Marchador – oriundo de Cruzília – poderá ser contemplada com as amazonas e cavaleiros que participam da festa, desfilando a beleza, força e astúcia dos animais.

“A tradicional Festa da Colheita é um momento de partilha dos frutos da terra e das conquistas dos trabalhadores. É feita no período em que a produção dos campos e pomares é colhida. Os produtores trabalham semanas e meses de labuta e suor empregados no solo, para finalmente serem recompensados. E é isso que o evento mostra: o trabalho do homem em harmonia com a terra”, comenta o prefeito de Cruzília, José Carlos Maciel de Alckmin, Merola.

Outros animais criados em Cruzília também serão apresentados, como suínos, ovinos e bovinos, esses, por sinal, de onde vem o leite responsável por alguns dos queijos mais premiados do mundo, fabricados em Cruzília, município onde o “terroir” (terreno) favorece a qualidade leiteira para a produção do alimento.

“Nós, da Secretaria da Cultura e Turismo, ficamos muito felizes com a realização da Festa da Colheita. Esse desfile é um momento de partilhar os frutos da terra e as conquistas dos trabalhadores rurais que tanto nos orgulha”, comenta a secretária da Pasta, Gisely Maciel.

Faça um comentário

2 × um =

Pular para o conteúdo